Pesquisa patrimonial e Inteligência Artificial: a importância da tecnologia no processo

Compartilhe
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram
Pesquisa patrimonial e Inteligência Artificial: a importância da tecnologia no processo

Bem comum de ser realizada durante o processo de recuperação de crédito, judicial e extrajudicial, as pesquisas patrimoniais são mais bem definidas como buscas detalhadas por bens e propriedades dos devedores. É um processo considerado importante para a concretização do pagamento das dívidas e por ser detalhado e minucioso, a pesquisa pode ser mais demorada, o que faz com que algumas ferramentas tecnológicas sejam incorporadas como uma forma de facilitar o procedimento. Um desses instrumentos é a Inteligência Artificial.

Além dos bens que possui – como veículos, aeronaves, máquinas e equipamentos -, outros pontos podem ser visitados e buscados pela área responsável pela análise. É comum que processos judiciais, antecedentes criminais, testamentos e procurações sejam analisados de forma preditiva para entender se negócios podem ser firmados com aquela empresa. É importante reforçar a necessidade da equipe responsável ter a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) como norte para as suas ações e coletas, visto que, o seu não cumprimento pode levar a sérias consequências descritas nos artigos presentes na Lei.

Os credores então têm como ponto positivo, ao utilizar a pesquisa patrimonial, uma chance a mais de garantir o valor de lhe devem. Para ir atrás dos bens é necessário que haja um mandado para a busca, e assim que eles forem localizados, é importante que esse credor faça uso de medidas judiciais para informar e penhorar os pertences do devedor.

A Recuperação Brasil entrega soluções inteligentes e personalizadas condizentes com o esperado de um time atualizado com as novidades do mercado e com o entendimento detalhado da área, e pode ajudar no processo de pesquisa patrimonial. Para conhecer mais sobre os serviços oferecidos basta entrar em contato pelo site oficial.

Uso da tecnologia

A Inteligência Artificial (IA) faz parte da rotina de diversas empresas, de pequeno a grande porte. A inovação tecnológica é capaz de atuar imitando o comportamento e fala dos seres humanos, sendo comumente utilizado, portanto, para tarefas onde é requerido agilidade e assertividade no resultado.

Ela tem sido ferramenta de ajuda para os profissionais da área do direito, que a utilizam com frequência para redução de contencioso jurídico e em tarefas mais simples, mas que a automação é pedida, como é o caso da gestão de testemunhas e a análise preditiva de casos através da examinação de dados. Em troca, os operadores do direito garantem os benefícios de seu uso que vão desde a diminuição de custos até a melhora na produtividade.

No processo de pesquisa patrimonial o uso da IA é feito a partir da base de dados que são analisados por meio de softwares programados para encontrar as informações necessárias. Como citado anteriormente, outros tipos de pesquisas podem ser levantadas de maneira preditiva com a ajuda do uso da IA. Algumas delas são:
● Investigação de outras empresas no nome dos sócios do devedor;
● Um comparativo societário e histórico da parte social da empresa;
● Investigação de precatórios;
● Relatos e notícias sobre a instituição.

A Diana, Inteligência Artificial presente no mercado, perpassa por esses e outros serviços e garante ao cliente um atendimento personalizado com base no que necessita no momento. Para conhecer mais sobre a sua atuação basta fazer uma simulação através do site.

Para entender mais sobre o assunto, baixe o e-Book “Inteligência Artificial na Pesquisa Patrimonial” e descubra como fazer uma busca detalhada e otimizada e aumente suas chances de recuperação de crédito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outros posts