Fique por dentro do processo de renegociação de dívidas empresariais

Compartilhe
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram
Fique por dentro do processo de renegociação de dívidas empresarial

Manter um negócio funcionando é uma tarefa árdua. Montar estratégias de venda, garantir o pagamento de todas as despesas internas e oferecer o melhor produto para os seus consumidores: tudo isso só possível a partir de muito trabalho e de uma equipe comprometida com os seus objetivos. Ainda assim, ela pode passar por momentos de dificuldades influenciados por situações externas, a exemplo da pandemia da Covid-19. Nestes momentos as instituições podem contar com ferramentas para melhor a sua situação financeira, como é o caso da renegociação de dívidas.

Para as empresas de pequeno porte, microempresas e MEI (Microempreendedor individual) que geralmente possuem uma estrutura mais simplificada e menos recursos financeiros, ter a renegociação de dívidas como saída é extremamente importante.

Processo de renegociação

Para incluir a estratégia nos negócios as empresas devem se atentar para alguns detalhes. A primeira delas sendo as revisitações dos processos e das informações que dizem respeito à contabilidade do local.

Entender a situação negativa da empresa é relevante para dar continuidade na negociação dessas dívidas e na instauração de estratégias que nortearam as ações da instituição. Na estratégia ficará definido a forma de pagamento, qual o caminho a seguir e oportunidades não exploradas que podem ser benéficas nesse momento.

Os acordos feitos no processo de renegociação podem levar a redução do valor da dívida ou o adiamento de seu pagamento. As linhas de crédito oferecidas pelos bancos e fintechs figuram como outra opção para os empreendedores.

Novas propostas voltadas para o assunto são construídas com frequência, em especial para empresas menores por conta das consequências negativas que a pandemia trouxe desde seu início em 2020. Um dos exemplos a ser citado foi visto recentemente, em janeiro de 2022, com a discussão do Governo sobre a criação de um projeto de lei para a renegociação de dívidas de empresas da categoria Simples Nacional. Com ela as organizações podem obter condições especiais o que as ajudam ainda mais no alcance da estabilidade financeira.

É importante ressaltar que agir de forma preventiva é sempre a melhor opção para evitar que situações de crise apareçam, mesmo com os acontecimentos externos. Investir no treinamento de profissionais da área e em inovações tecnológicas, como o uso de Inteligência Artificial (IA) e chatbots, pode facilitar na organização financeira da instituição.

Conheça nosso e-Book sobre o uso da Inteligência Artificial na Pesquisa Patrimonial

Acompanhamento de um especialista

A renegociação passa a ser um passo inicial para o melhoramento e uma forma de escapar de complicações maiores, como ter que passar pela recuperação judicial ou extrajudicial ou ainda entrar em processo de falência, em casos mais graves. Também evita que os colaboradores e líderes dos negócios percam sua renda e passem por momentos conturbados no processo.

Contar com um time especializado em renegociação de dívidas e reestruturação empresarial é primordial para esse momento. A consultoria especializada da Recuperação Brasil garante a realização de um diagnóstico personalizado da empresa com informações detalhadas sobre o faturamento, fluxo de caixa (além de outros detalhes sobre a parte financeira da instituição) para garantir o pagamento das dívidas. Para conhecer mais sobre os serviços oferecidos basta acessar o site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outros posts